• Bruna Alencar

Envelhecimento: Idade biológica X Idade Cronológica



Trouxe para vocês um estudo super atual publicado no Journal of the American College Cardiology, onde mostra claramente que o estilo de vida relaxado pode te tornar doente e idoso muito antes do tempo. Este estudo refere-se principalmente ao envelhecimento vascular, causado por diferentes causas, tanto hereditárias como adquiridas, como acúmulos de colágeno e perda de células musculares das artérias. O caso mais conhecido que é a aterosclerose, que é o acúmulo de gordura também nas artérias, podendo levar a um infarto ou acidente vascular cerebral.


Vamos ver o que mais diz este estudo...


A observação de que os indivíduos não envelhecem no mesmo ritmo levou ao conceito de envelhecimento biológico, também denominado envelhecimento funcional ou fisiológico. Enquanto o envelhecimento cronológico se refere apenas à passagem do tempo desde o nascimento, o envelhecimento biológico se refere ao declínio das funções fisiológicas.


Na figura 1 há algumas estratégias para se evitar este envelhecimento antecipado. Vejam a importância em praticarem exercícios físicos e pegarem leve na comilança.



Na imagem 2 o envelhecimento normal é mostrado um traço na cor Preta. Quanto mais este traço desce para o seu lado direito, quer dizer quer as condições mostradas causam o envelhecimento prematuro. As cores dos traços correspondem com o texto da mesma cor.



Na imagem 3 mostram os fatores que influenciam na idade vascular biológica. Os itens em cor verde quer dizer que ajudam a retardar o envelhecimento e os itens na cor vermelha quer dizer que aceleram o processo de envelhecimento.



SEXO

Observem que o sexo determina isto também, as mulheres têm uma expectativa de vida mais alta que os homens, e uma grande maioria dos centenários são mulheres. Esse efeito dependente do sexo pode ser parcialmente atribuído ao papel vasculoprotetor do estrogênio (hormônio feminino).


Nos homens o risco de Doença Arterial Coronariana é maior nos homens, especialmente abaixo dos 50 anos. Existe também um possível impacto adverso da testosterona no envelhecimento, porque foi relatado que os eunucos (castrados, sim!) vivem mais que os homens não castrados, com o mesmo status socioeconômico. No entanto, o impacto da testosterona na saúde cardiovascular permanece controverso.


HEREDITARIEDADE

Não pense que que a genética influencia muito nisto. Em análises muito controladas mostraram que outras pesquisas com gêmeos revelaram que a genética é responsável por APENAS 20% a 30% da variação da vida útil, indicando que o ENVELHECIMENTO e a LONGEVIDADE são modulados significativamente por outros fatores, como ambiente e ESTILO DE VIDA.


E aí? Esta postagem causou algum impacto em você? Que tal começar hoje mesmo a mudar de vida?


Curta e Compartilhe esta postagem para seus amigos ficarem ligados.


Referência:

HAMCZYK, Magda R.; NEVADO, Rosa M.; BARETTINO, Ana; et al. Biological Versus Chronological Aging: JACC Focus Seminar. Journal of the American College of Cardiology, v. 75, n. 8, p. 919–930, 2020.


9 visualizações
  • alencar-facebook
  • alencar-instagram
  • alencar-youtube

© 2019 - Bruna Alencar: Exercícios Físicos e Saúde. Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por ADX.